fbpx
Diabetes

Icodec: insulina semanal na busca do melhor tratamento do diabetes.

insulina
Escrito por Luciano Albuquerque

O uso de insulina ainda é encarado com temor por grande parte dos portadores de diabetes. A ideia de múltiplas injeções diárias, associado ao risco de hipoglicemia, coloca muita resistência ao início da insulinoterapia, muitas vezes atrasando o adequado controle glicêmico dos pacientes. A evolução dos dispositivos e dos análogos de insulina vêm trazendo alternativas interessantes na busca do melhor tratamento. Em anúncio recente, a empresa Novo Nordisk referiu ter alcançado os objetivos primários dos estudos ONWARDS 1 e 6, com a insulina Icodec, um análogo de uso semanal.

No estudo ONWARDS 1, a insulina Icodec uma vez por semana foi comparada à insulina Glargina diária, em 984 portadores de diabetes tipo 2, sem uso prévio de de insulina. A partir de uma HbA1c inicial de 8,5%, a insulina Icodec alcançou uma redução não inferior na HbA1c (-1,55% vs -1,35%).  O objetivo de melhor tempo no alvo (time in range – TIR) ​​também foi alcançado. Não houve diferença estatisticamente significativa nas taxas de hipoglicemia grave.

No estudo ONWARDS 6, a insulina Icodec uma vez por semana foi comparada à insulina Degludeca diária, ambas em combinação com três injeções diárias de análogo ultra-rápido nas refeições (esquema basal-bolus), em 582 portadores de diabetes tipo 1. A partir de uma HbA1c inicial de 7,6%, a insulina icodec alcançou uma redução não inferior na HbA1c ( -0,47% vs -0,51%). Nesse estudo, a taxa de hipoglicemia grave ou clinicamente foi significativamente maior com a Icodec (19,93 vs 10,37 eventos por paciente-ano).

O ONWARDS 2 já teve seus resultados anunciados previamente. O estudo envolveu 526 portadores de diabetes e comparou Icodec com insulina Degludeca na troca de insulina basal. A partir de uma HbA1c inicial de 8,13%, a insulina icodec teve redução não inferior na HbA1c (0,93% vs 0,71%). Não houve diferença estatística nas taxas estimadas de hipoglicemia.

Os achados do programa ONWARDS até o momento sugerem que a insulina Icodec tem o potencial de facilitar o controle glicêmico em pacientes insulino-requerentes, reduzindo o número de injeções por ano de 365 para 52. Além disso, os dados sugerem melhora na média glicêmica diária, com menores medidas nos períodos pós prandiais e maior tempo no alvo. No contexto do diabetes tipo 2, as taxas de hipoglicemia foram baixas. No diabetes tipo 1, no contexto do esquema basal-bolus, ocorreram mais eventos hipoglicêmicos, o que pode estar associado a maior complexidade desse cenário. Estudos posteriores podem demonstrar benefício em um prazo mais prolongado, principalmente considerando a provável maior aderência relacionada a comodidade posológica. Estamos no aguardo.

Sobre o autor

Luciano Albuquerque

Preceptor da residência em Endocrinologia do HC-UFPE e da residência em Clínica Média do Hospital Otávio de Freitas. Presidente da SBEM regional Pernambuco no biênio 2019-2020.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: